Franquias querem crescer 9% em 2015

March 2, 2016

Número de marcas deve subir 8%. A quantidade de unidades aumentará entre 9% e 10%.

 

Com um crescimento de 7,7% em faturamento no ano passado, totalizando R$ 127 bilhões contra R$115,58 bilhões de 2013, o setor de franquias mantém-se com uma das forças motrizes da economia do país. A estimativa é de continuar crescendo este ano atingindo um índice de 9%.

Mesmo com a desaceleração dos demais setores da economia, o segmento de franquias cresceu 12,8% no último trimestre de 2014, em relação ao trimestre anterior, conforme dados da Associação Brasileira de Franchising (ABF).

Os números comprovam que o desempenho do setor é positivo para o atual momento econômico do país. De acordo com as expectativas da ABF, o faturamento em 2015 ficará entre 7,5% e 9%. Já o número de marcas deve subir 8% e o de novas unidades deve crescer entre 9% e 10%.

Atento a essa movimentação, o presidente da Ortoplan, especialidades odontológicas, Faisal Ismail espera quadriplicar o número de clínicas no Brasil e, até mesmo, em países do Mercosul, como Paraguai, Argentina e Chile. Hoje, a rede conta com 45 unidades em oito estados brasileiros.

 

Especialistas do setor de franquias ouvidos pelo caderno Negócios & Carreiras confirmam o bom desempenho do setor.

Eles destacam que os segmentos de alimentação, saúde e prestação de serviços – cursos profissionalizantes e entretenimento - continuam fortes. Presidente da Seccional Rio da Associação Brasileira de Franchising (ABF-Rio), Beto Filho ratifica a estimativa de crescimento no país entre 7,5% e 9% este ano.

O executivo vai mais longe. Segundo ele, por conta das Olimpíadas em 2016, o Estado do Rio vive um momento privilegiado, que deixará um legado tanto social quanto econômico. Beto Filho indica os setores de alimentação e de moda, como bons investimentos para os interessados.

“O setor de franquias está amadurecido. Vemos, por exemplo, marcas famosas de alimentação se instalando nos quiosques das praias, em postos de gasolina e universidades. Ainda este ano haverá o Rock in Rio, e depois as Olimpíadas. O segmento de moda brasileira é um destaque e cresce cada vez mais para o exterior”, cita o presidente regional da entidade.

Para o interior fluminense, Beto Filho destaca o crescimento do varejo em geral tanto em lojas de rua quanto as de shoppings. Segundo ele, a chegada de marcas maiores nos municípios menores do Estado, introduzindo inovação em layout das lojas e no atendimento ao público, favorece a expansão das empresas.

 

Diretora da Consultoria de franquias Vecchi Ancona, Ana Vecchi também cita os segmentos de vestuário, turismo e de prestação de serviços para pessoas da terceira idade como fortes tendências para 2015. A consultora lembra que cada vez mais, grande parte da população está envelhecendo e exige novos serviços, seja para o idoso ativo, ou aquele que necessita de cuidados especiais.

“Hoje os idosos autônomos investem suas economias em cursos, viagens e atividades de lazer. Já aquele que requer cuidados precisa de profissionais de “home care”, casas especializadas de internação, além de ter um mercado para venda e locação de equipamentos. Os empreendedores que investirem nestes dois segmentos certamente vão se dar bem” aponta a especialista.

(...)

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Categorias

Please reload

Newsletter

Redes Sociais

  • Facebook
  • Linkedin
  • Youtube
  • Instagram

Posts Recentes

Please reload

Copyright © 2018 Ancona Consultoria. Todos os direitos reservados.
  • White LinkedIn Icon
  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • White YouTube Icon