De desempregado a empresário

March 3, 2016

Microfranquias tentam convencer demitidos a usar dinheiro da indenização para abrir um negócio próprio.

 

As redes de microfranquia estão de olho em um novo empreendedor em potencial: funcionários recém-demitidos que receberam dinheiro da rescisão.

Segundo estimativa do Ministério do Trabalho, cerca de 245 mil vagas foram fechadas no Brasil entre janeiro e maio.

“Tem muita gente competente, com dinheiro das rescisões contratuais em mãos, e com desejo de ter seu próprio negócio”, diz Pedro César de Oliveira, 26, dono da rede de maquiagem Miss Pink, do Paraná.

Após 19 anos trabalhando para os Correios, Antônio Maurício Ulian, 48, foi demitido em janeiro deste ano e decidiu se tornar um agente de viagens.

“Sempre pensei em trabalhar em algo meu. Antes mesmo da demissão, eu já vinha pesquisando. Como sempre gostei de turismo, me pareceu uma boa”, conta.

Segundo a ABF (Associação Brasileira de Franchising), o segmento de micro franquias (com investimento inicial de até R$ 80 mil) deve crescer cerca de 10% em 2015.

Já levantamento da Serasa Experian aponta que, em 2014, a taxa de fechamento de franquias foi de R$ 3,5%.

Os números promissores, contudo, não são garantia de sucesso para os empresários de primeira viagem.

Ulian obedeceu a dois dos mandamentos fundamentais do microfranqueado: pesquisar o mercado e ter afinidade com o produto escolhido.

(...)

Outro ponto importante é estar disposto a dedicar muitas horas ao negócio.

Lucas Ducatti, 28, era gerente de uma loja de embarcações de luxo até o começo deste ano. Franqueado na área de cosméticos desde abril, ele logo percebeu a demanda de esforço necessária.

“A sua dedicação, ou falta dela, volta diretamente para você”, diz.

 

PESQUISA

Com tantas ofertas de microfranquias, os especialistas recomendam muita pesquisa e entrevista com outros franqueados antes de se optar por um negócio.

“As franquias sérias entregam uma circular aos interessados com contatos de outros franqueados”, diz a consultora Ana Vecchi.

Outra recomendação é verificar se a rede de franquia atua em muitos segmentos.

(...)

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Categorias

Please reload

Newsletter

Redes Sociais

  • Facebook
  • Linkedin
  • Youtube
  • Instagram

Posts Recentes

Please reload

Copyright © 2018 Ancona Consultoria. Todos os direitos reservados.
  • White LinkedIn Icon
  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • White YouTube Icon