O massacre psicológico

March 5, 2016

por Paulo Ancona Lopez

 

 

É certo que o país vive uma crise séria e complicada. Uma mistura de crise econômica, financeira, política e de valores éticos.

 

A ética faz tempo que mudou de país ou de planeta porque vemos também  diariamente escândalos em países de primeira linha. Não existe um só setor, público ou privado, um partido político, para o qual se possa por a mão no fogo, pensando que "pelo menos aqui é tudo limpo e todos são honestos".

 

Independente disso, já passamos por crises muito maiores onde o dinheiro tinha de ser aplicado no "over night" ou perdia seu valor e os preços eram inflacionados por dia em porcentagens inimagináveis. Você talvez não se lembre disso ou não tivesse nascido, mas eu trabalhava numa multinacional montadora de veículos e os preços dos fornecedores eram definidos "na hora", ou meia hora depois já seriam outros.

 

Sobrevivemos! Sobrevivemos porque talvez não existisse uma crise política tão grande como essa de agora, onde se procura derrotar o adversário de urnas passadas ou futuras, esquecendo que por trás disso existe um país, negócios, empresas e pessoas que deveriam contar com esses políticos para a melhoria das condições de vida e não para serem massacradas.

 

Pior que isso. Sabemos que parte de qualquer crise é alimentada pelo espírito pessimista da população como um todo. Enquanto isso, parece que a imprensa não consegue encontrar um único motivo para publicar uma só noticia boa e elas existem, seja na alavancagem da energia eólica e sua cadeia, seja no pujança da agroindústria, ou mesmo no crescimento de 9% no "PIB do franchising" em 2015!

 

Mas não. Ler um jornal ou assistir a um noticiário, se transformou em saber detalhes do que cada promotor, investigador ou juiz, pensa, acha, supõe ou prova, num massacre de detalhes técnicos e repetições de laudas de processos em andamento que só esmigalham o ânimo, que só alimentam a crise política e pioram a economia, retirando a esperança de quem quer seguir adiante trabalhando.

 

Um massacre psicológico do qual eu, pessoalmente, me recuso a continuar a sofrer. Vou focar em meu trabalho, minha empresa, meus projetos e meus clientes atuais e futuros. Futuros sim, porque apesar desse massacre psicológico coletivo promovido pela mídia, felizmente ainda tem muita gente que mantem a alma leve, a vontade e a certeza de que seu  futuro e do país, não depende do japonês de Curitiba. E não falo só de São Paulo, pois grande parte de nossos clientes atuais são de outros estados, onde, na verdade, o ar parece mais leve do que por aqui.

 

Vou tocar meu barquinho... cansei de jornais e noticiários tão repetitivos!

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Categorias

Please reload

Newsletter

Redes Sociais

  • Facebook
  • Linkedin
  • Youtube
  • Instagram

Posts Recentes

Please reload

Copyright © 2018 Ancona Consultoria. Todos os direitos reservados.
  • White LinkedIn Icon
  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • White YouTube Icon