Veja franquias a partir de R$ 450 para investir com restituição do IR 2017.


O primeiro lote da restituição do Imposto de Renda 2017 será pago no próximo dia 16. Para quem quiser aproveitar o dinheiro e abrir um negócio próprio, o UOL selecionou 18 franquias com investimento inicial entre R$ 450 e R$ 12 mil.


  • O menor valor para começar, de R$ 450, é o modelo digital da Cosmetics Green, rede de cosméticos. A taxa é a única cobrada pela rede e inclui a disponibilização de uma URL individual da loja virtual. Com ela, o franqueado pode vender os produtos nas suas redes sociais ou para os amigos. Ele ganha 20% em cima de tudo o que comercializar. A franquia tem outros três modelos de negócio: Office (venda direta), com investimento de R$ 25 mil, SPA Express (loja física de cosméticos), de R$ 90 mil.

  • O maior, de R$ 11.990, é da Bidon Corretora de Seguros, franquia de rede de corretoras de seguro.

  • As redes que têm o maior faturamento mensal, de R$ 50 mil, são a Encontre Sua Viagem, empresa de agência de viagem, e a Bidon Corretora de Seguros.

  • O maior lucro, de R$ 7.500, também é da Bidon Corretora de Seguros.

  • As franquias Impacto Mídia e PremiaPão, que atuam com publicidade em saco de pão, oferecem o menor prazo de retorno do investimento: a partir de dois meses.


Todos os dados foram fornecidos pelas empresas.


Momento econômico exige cautela.


Ana Vecchi, sócia-diretora da Vecchi Ancona - Inteligência Estratégica, diz que abrir franquia tem virado uma opção para quem está desempregado e buscando um "plano B".


Ela afirma, no entanto, que a decisão deve ser tomada com calma e depois de muita análise. "Quando a pessoa está nesta situação, vivendo uma fragilidade emocional, ela pode fechar um negócio por impulso, o que não é uma boa medida, independentemente do dinheiro que será aplicado."


Vecchi diz que um investimento de até R$ 12 mil pode parecer baixo para quem tem R$ 50 mil ou R$ 100 mil para aplicar em um novo negócio. No entanto, se ela tiver apenas R$ 20 mil para usar, esse valor passa a ser mais representativo e precisa ser usado com cautela.


"Qualquer empresa exige um período para começar a gerar lucro. Além disso, a chance de o empreendedor que investiu todo o seu capital se reerguer, caso o negócio dê errado, é muito pequena."


Vecchi diz também que é preciso selecionar muito bem a marca que deseja comprar.


"O número de novas microfranquias colocadas todos os anos no mercado é grande. Muitas delas acabam quebrando depois de um ano de atuação. O empreendedor precisa analisar a marca com bastante critério antes de fechar o negócio."


Entre as dicas da especialista, estão:


  • Falar com, pelo menos, 10 franqueados da marca para checar se o faturamento e o lucro prometidos conferem coma realidade deles.

  • Esses mesmos franqueados podem informar se a rede dá todo o suporte para o negócio prosperar.

  • Acompanhar o dia de um franqueado. Isso dará uma visão de como é o negócio e se, realmente, é o que deseja fazer.

  • Não aceitar promoções do tipo: se assinar o contrato agora, pode começar a pagar depois de 60 dias, por exemplo. "É uma forma de venda irresponsável das franquias."

Por Márcia Rodrigues


Leia na íntegra


Categorias

Newsletter

Redes Sociais

  • Facebook
  • Linkedin
  • Youtube
  • Instagram

Posts Recentes